MENU

JORNAL O+POSITIVO - FUNDADO EM 2004

terça, 12 de Dezembro de 2017

É FÁCIL VER A DIFERENÇA, COMPARE!

PUBLICIDADE

Educação

UniRv – Campus Caiapônia realiza IV Simpósio Jurídico da Faculdade de Direito

O evento teve o objetivo de oportunizar aos participantes um debate sobre diferentes assuntos relacionados ao mundo jurídico

01/12/2017, às 10h12

A Faculdade de Direito da Universidade de Rio Verde  (UniRV – Campus Caiapônia) ,realizou nos dias 22 e 23 de novembro, o “IV Simpósio Jurídico”, sob organização do Núcleo de Atividades Complementares e Extensão e dos acadêmicos do 10º período do curso. O evento teve o objetivo de oportunizar aos participantes um debate sobre diferentes assuntos relacionados ao mundo jurídico.

A abertura contou com a apresentação da Orquestra de Camerata da UniRV. Em seguida, ocorreu a palestra magna com o tema “O crime de porte de drogas para consumo próprio, na visão do Superior Tribunal Federal (STF)”, proferido pelo advogado e assessor do Ministério Público do Estado de Goiás, Rafael Almeida e Silva. Para encerrar o primeiro dia, os presentes puderam interagir e tirar suas dúvidas sobre o assunto.

No último dia, 23, e para finalizar as atividades propostas, foram realizadas duas palestras: “O Sindicalismo e seu papel frente à defesa dos interesses laborais” e “A Reforma Trabalhista e os impactos na legislação social”, ministradas pelas advogadas, Esp. Cristiane Fragoso Pavan e Esp. Chrissia Pereira, respectivamente.

Para a acadêmica do 10º período, Makelly Pereira Barros, o evento foi de extrema importância não só para a área jurídica, bem como para a sociedade em um todo, com a presença de palestrantes de notório saber jurídico. “Agradeço ao coordenador geral do câmpus Caiapônia, professor Esp. Marcos Aparecido da Silva Souza, que não mediu esforços para a realização do Simpósio, e pela oportunidade que nos foi dada de fazer parte não só da história da Universidade, mas também de contribuir na ampliação do conhecimento dos discentes, que com certeza souberam aproveitar ao máximo tudo o que foi pontificado”, comentou.

Veja também

PUBLICIDADE