MENU

JORNAL O+POSITIVO - FUNDADO EM 2004

segunda, 19 de Fevereiro de 2018

É FÁCIL VER A DIFERENÇA, COMPARE!

PUBLICIDADE

Manchete

Prefeitos do Oeste Goiano buscam recursos federais no Ministério das Cidades

Grupo composto por representantes de Piranhas, Arenópolis, Baliza, Doverlândia, Diorama, Bom Jardim de Goiás, Aragarças, Caiapônia e Palestina de Goiás solicitou do ministro Alexandre Baldy parceria para que os municípios se adequem ao Plano Nacional de Resíduos Sólidos. Administradores deram o primeiro passo para a criação de um consórcio intermunicipal de desenvolvimento da região

17/01/2018, às 10h01

A lei 12.305 de 2010, que instituiu o Plano Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), estabeleceu uma série de metas a serem alcançadas pelo País, Estados e Municípios no que se refere ao manejo dos resíduos sólidos. Um dos principais pontos da legislação é o fechamento dos lixões a céu aberto e a criação de aterros sanitários, infinitamente mais benéficos para o meio ambiente.

Não é exagero dizer que o tema está tirando o sono dos prefeitos. E foi essa bandeira que levou representantes de nove municípios do Oeste Goiano à Brasília na tarde desta terça-feira (16/01). Capitaneados pelo Superintendente de Gestão e Finanças da Secretaria Cidadã de Goiás e ex-prefeito de Piranhas, André Ariza, o grupo foi recebido pelo ministro das Cidades, Alexandre Baldy.

O goiano se comprometeu a colaborar assim que o orçamento do Ministério para 2018 for liberado. “Nós estamos aqui, se sintam em casa, estou à disposição para contribuir dentro das limitações e possibilidades do Ministério. A missão é muito grande, mas sabendo do orçamento de 2018 vamos abrir propostas e
Formalizar. Por hora trazer as demandas, esse contato, essa relação é que precisa ser feito mesmo”, diz.

Baldy reconheceu as dificuldades vividas pelos municípios com a falta de recursos. “Vocês ficam com a menor fatia para agir naquilo que são as maiores demandas da sociedade. A verdade é que o prefeito se tornou grande gestor de RH. Ele toma conta da folha, demite e contrata. Apenas com emendas conseguem promover pontualmente uma obra ou intervenção”, considera.

Consórcio Intermunicipal
Conscientes de que juntos são mais fortes que sozinhos, os nove municípios vão criar o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Microrregião do Novo Oeste Goiano. A ideia surgiu com o objetivo de solucionar o problema dos lixões, mas o consórcio oferece outras possibilidades, como uma gestão associada dos recursos públicos em saúde, saneamento, estradas, educação, esporte, lazer e desenvolvimento rural, por exemplo.

No encontro, em Brasília, o grupo deu o primeiro passo para a composição dos líderes do consórcio. Eric de Melo, prefeito de Piranhas, foi escolhido presidente. O diretor financeiro será Divino Rodrigues, de Palestina de Goiás, e o secretário, Caio Lima, prefeito de Caiapônia.

Eric de Melo destacou a união dos gestores e lembrou que, em maior número, eles terão mais força. “Hoje estamos no Ministério das Cidades, mas com o consórcio, em uma unidadr, teremos condições de viabilizar recursos em todas as áreas e no âmbito Estadual e Federal”.

O gestor, que foi escolhido pelos colegas para presitir o consórcio, falou quais são os próximos passos do grupo. “A partir disso já faremos um cronograma de encontros para a formalização da administração e eleição dos líderes. Dessa forma faremos um diferencial já que há tempos a nossa região está esquecida”, avalia. Eric aproveitou para agradecer os colegas prefeitos que deixaram de lado o ciúmes e a vaidade. “Todos entenderem que estamos em busca do mesmo objetivo, que é lutar pela região. Saímos do individual para o coletivo e assim nosso grito será ouvido”, finaliza.

Ex-prefeito e superintendente da Secretaria Cidadã, André também avaliou o encontro como “excelente”. “A participação dos nove municípios foi fundamental para a concretização de uma luta de muitos anos, a implantação do consórcio intermunicipal da nossa região. Estou muito otimista e tenho a certeza que essa iniciativa será fundamental para o crescimento econômico da região e, consequentemente, dos municípios envolvidos. Vamos aproveitar ao máximo a disposição e vontade do nosso ministro”.

José Elias, prefeito de Aragarças, parabenizou Eric de Melo e André Ariza pela iniciativa de criar o consórcio. “Daqui poderão surgir projetos de transformação da estrutura das nossas cidades, que já foi espaço de grandes lideranças e hoje não tem, sequer, um deputado estadual como representante. É o começo da mudança”.

Zildinha, prefeita de Doverlândia, disse que o primeiro passo para definir o problema dos aterros foi dado. “A melhor alternativa é essa através do consórcio e ficamos felizes e vamos buscar novos avanços através dele”. A representante de Baliza, prefeita Fernanda Nolasco também disse ter ficado otimista com a ação. “Não podemos perder a esperança, temos que acreditar”.

Prefeitos visitaram o Aterro Sanitário de Brasília
Antes de se reunirem com o ministro das Cidades, os prefeitos e representantes dos municípios conheceram o modelo do primeiro aterro ecologicamente correto do Brasil, o de Brasília.

A engenheira Civil e Ambiental responsável pela implantação, manutenção e operação do aterro, Luciana Soares Nogueira, que é piranhense, apresentou os benefícios do aterro para o meio ambiente, as exigências do Plano Nacional de Resíduos Sólidos e como o consórcio pode ser positivo para a região.

Estiveram presentes Eric de Melo – predeito de Piranhas, Fernanda Nolasco – prefeita de Baliza, Zildinha – prefeita de Doverlândia, Odair do Odélio – prefeito de Bom Jardim de Goiás, Valéria Ferreira – prefeita de Diorama, José Elias – prefeito de Aragarças, Valdivino Rodrigues – prefeito de Palestina de Goiás e Caio Lima – prefeito de Caiapônia. O prefeito de Arenópolis, que ainda se recupera de um tratamento médico, foi representado pelo engenheiro do município, Alex Soares. O vereador de Bom Jardim de Goiás, Baianinho da Rodoviária, também acompanhou o grupo.

Veja também

Associação de Combate ao Câncer em Piranhas (ACCP) é oficializada e empossa membros da primeira diretoria

07/02, às 10h02

Durante a reunião, a fundadora da associação filantrópica, Janete Ribeiro, recebeu do prefeito Eric de Melo, as chaves de um escritório onde a diretoria poderá trabalhar por tempo indeterminado


Arenopolina é destaque ao escrever artigo sobre os “7 passos infalíveis do planejamento agrícola para acertar na semeadura do milho”

31/01, às 00h01

Jackellyne Bruna é filha de família tradicional no município e doutoranda em Fitotecnia - Grandes Culturas pela USP


Minutos após darem entrada na delegacia, fazendeiros são liberados em Piranhas

24/01, às 14h01

Fiança arbitrada foi inferior a R$ 2 mil. Homens são acusados de manterem operários em condições degradantes, sem carteiras de trabalho assinadas e sem pagamentos de salários. Na propriedade foram encontradas três armas e duas motos com a numeração dos chassis raspadas. Crime ambiental também foi constatado pela Polícia Ambiental


Fazendeiros que mantinham trabalhadores em regime análogo a escravidão são detidos em Piranhas

24/01, às 02h01

Além das condições degradantes dos operários, três armas e duas motos com a numeração dos chassis raspadas foram apreendidas na sede da propriedade rural


Associação de Ciclismo em Caiapônia se destaca por promover ações solidárias

22/01, às 08h01

Além das atitudes humanitárias, a Gigante Bike Club incentiva a prática do esporte em busca de benefícios para a saúde e a interação entre os participantes


Motorista embriagado atropela ciclista na madrugada em Piranhas

21/01, às 12h01

Vítima foi levada ao Hospital Municipal Cristo Redentor e encaminhada a Goiânia. Após ser submetido a exames periciais o condutor do veículo foi encaminhado ao presídio local


PUBLICIDADE