MENU

JORNAL O+POSITIVO - FUNDADO EM 2004

sexta, 17 de Novembro de 2017

É FÁCIL VER A DIFERENÇA, COMPARE!

PUBLICIDADE

Manchete

Piranhense é destaque de reportagem do Jornal Nacional sobre campanha contra corrupção

O gari Ronivaldo Borges está entre as pessoas que fizeram postagens nas redes sociais usando a hashtag "Mãos sujas, dinheiro limpo" e apareceu na TV

07/11/2017, às 12h11

Certo dia alguém perguntou ao piranhense Ronivaldo Borges se ele não tinha vergonha de ser gari. O questionamento rendeu um belo desabafo na página administrada por ele Facebook, onde disse: “A mina veio me perguntar se eu não tinha vergonha de trabalhar como gari kkkkkkkk vergonha eu teria se roubasse um pai de família , ou se traficasse , mas o que ela pensa sobre isso eu não ligo , pois quem eu quero que enxergue e se orgulhe do meu esforço , são meus pais , o resto é buraco !
#MÃOSUJADINHEIROLIMPO”.

O texto postado, claro, estava acompanhado de uma foto em que Ronivaldo exibe o uniforme de gari usado todos os dias no trabalho.

A publicação do piranhense foi destaque de uma reportagem exibida no Jornal Nacional, da Rede Globo, no dia 3 de novembro. Ronivaldo, que tem 30 anos, foi encontrado por ter usado a hashtag “Mãos sujas, dinheiro limpo”, que se trata de um movimento nacional na internet que incentiva milhões de brasileiros a valorizarem o trabalho honesto.

Há sete meses Roni, como é carinhosamente chamado pelos amigos, presta serviços como gari na empresa responsável pela limpeza de Piranhas. A contratação veio depois de três longos meses de desemprego. Em entrevista ao Jornal O+Positivo ele explicou como foi esse período. “Fiquei parado três meses e quando arrumei serviço quis dar o melhor de mim. A pessoa me perguntou se eu não tinha vergonha e eu fiz a postagem pra deixar claro que não”.

Roni afirmou não ter publicado a foto para aparecer, mas sim para deixar claro que trabalha porque gosta do que faz. “Eu não esperava essa repercussão, nem tinha visto que eu apareci na reportagem, fui avisado por amigos quando cheguei em casa depois de um serviço extra que estava fazendo. Publiquei a foto há uma semana porque fui humilhado e quis me defender”, completou.

Veja também

PUBLICIDADE