MENU

JORNAL O+POSITIVO - FUNDADO EM 2004

segunda, 19 de Fevereiro de 2018

É FÁCIL VER A DIFERENÇA, COMPARE!

PUBLICIDADE

Política

Emoção toma conta de posse de Ovarci Vilela como prefeito de Arenópolis

Cargo ficou vago no último dia 26, com a morte do prefeito Flávio Júnior. “Aqui ninguém foi aplaudido, não há motivos para comemorar. Só estamos cumprindo a legislação, mas vamos trabalhar duro por nossa comunidade”, disse emocionado o novo prefeito

29/01/2018, às 11h01

O presidente da Câmara de Vereadores de Arenópolis, Jader Barbosa de Moraes, empossou na tarde deste domingo (28/01), o vice-prefeito Ovarci Vilela Faria (PMDB). A vacância do cargo se deu com a morte do prefeito eleito Flávio Júnior Vilela, na última sexta-feira (26/01).

Jader Moraes pediu paciência à população, para que o novo prefeito possa dar continuidade à administração. “Nós sabemos que a maioria das Prefeituras de nossa região vive momentos difíceis, em Arenópolis não é diferente, mas tenho certeza que o Ovarci é capacitado e fará um excelente mandato. Mas, o momento é de unir forças, peço também aos colegas vereadores que trabalhem juntos com o prefeito, para que possamos conseguir um bom resultado”, aconselhou o presidente.

Na posse, que aconteceu no Auditório da Câmara Municipal, o clima não era de festa, pelo contrário. A consternação tomou conta dos presentes.

Bastante emocionado, o novo prefeito Ovarci Vilela discursou e lembrou do momento em que foi empossado em dezembro, quando o sentimento era bem diferente. “Há cerca de um mês e meio atrás eu estava aqui para substituir o Flávio Júnior, com a esperança que ele iria superar e voltar de vez ao comando do município, mas infelizmente o momento hoje é de mais tristeza ainda. Hoje não tem motivo algum de alegria para mim. Nunca desejei assumir dessa forma, mas Deus assim quis!”.

Apesar da tristeza visível, o novo prefeito disse que vai assumir a missão. “Minha missão é dar sequencia a um projeto. Estou aqui para substituir um amigo, um irmão, um parceiro, que construímos um projeto juntos. Estou muito tranquilo nessa missão, é mais uma que Deus colocou em minha vida, já venci tantas, até mais difíceis do que essa. Acredito que vou dar conta, mas par isso eu preciso dos meus amigos. Graças a Deus eu estou no meio deles, de pessoas que querem o bem de Arenópolis”, afirmou.

Ao centro: Prefeito Ovarci e primeira dama Elaine ladeados de todos os vereadores

Ovarci Vilela também pediu compreensão e ajuda de todos. “Peço a todos, especialmente a vocês vereadores, para nos empenharmos pelo melhor para a nossa cidade. Peço a compreensão de todos nesse momento, sei que teremos dias de dificuldades. Peço a todos que me ajudem a dar sequência nos projetos que eram meus e do Flávio, que ele desempenhava com tanta alegria, determinação e dinamismo”, reconheceu.

Na área da gestão, Ovarci deu indícios de como pretende trabalhar nesse novo início. “Agora não é momento de construir, agora é momento de frear, mas isso não significa que a Prefeitura vai parar. É por isso que estamos realizando essa posse nesse domingo, para não parar. Nós poderíamos esperar mais, ficarmos quietos por mais um tempo em respeito à morte de nosso colega, mas a legislação não permite, temos que continuar. Seria bom se os recursos financeiros fossem suficientes para realizarmos tudo, sem ajustes. Mas eu estive lá durante 30 dias e conheço as dificuldades. Vamos realizar os estudos necessários, economizar onde for preciso, para manter os compromissos do município em dia”, argumentou.

Para finalizar, Ovarci pediu palmas em homenagem a Flávio Júnior. “Ninguém aqui hoje foi aplaudido, justamente porque não há motivos, mas peço a todos: Vamos dar uma salva de palmas em memoria ao nosso guerreiro Flávio Júnior”, disse com a voz embargada.

Jader Alves, ElaineFreitas, Ovarci Vilela, Jader Moraes e Gutemberg Eugênio

A nova primeira-dama Elaine da Silva Freitas também deixou sua mensagem de carinho. “É uma situação difícil, o Ovarci assumiu 30 dias interinamente, depois o Flávio assumiu, então tínhamos esperança dele se recuperar, mas Deus sabe de todas as coisas. Vamos tentar fazer uma boa gestão. Eu e o Ovarci já conversamos e uma das nossas prioridades é acabar com esse negócio de lado “A” e lado “B”, porque somos todos uma família. Deus abençoe e conforte o coração da Lúcia, Daiane e das meninas, só Deus para as amparar nesse momento. Vamos colocá-las nas nossas orações”, pediu enquanto tentava segurar as lágrimas.

Veja também

Investigação do MP exonera servidores fantasma e em situação de nepotismo em Arenópolis

16/02, às 17h02

Entre os exonerados estão filhos de vereador e secretário municipal, sogra e mulher de secretário, tio de servidores, bem como ocupantes de cargos inexistentes na legislação


Planilha mostra que não há votos suficientes para aprovar reforma da previdência

05/02, às 08h02

Às vésperas da votação da reforma na Câmara, números apontam que Planalto está longe dos 308 votos necessários


Em decisão unânime, tribunal condena Lula em segunda instância e aumenta pena de 9 para 12 anos

25/01, às 08h01

Recurso contra condenação pelo juiz Sérgio Moro foi rejeitado pelos três desembargadores da 8ª Turma do TRF-4. Esgotadas as possibilidades de recurso no tribunal, Lula poderá ser preso


Após votação na Câmara, prefeito de Aragarças tem cargo cassado

18/01, às 09h01

Presidente da Câmara Celso Barros informou que os parlamentares empossarão o vice Léo Leão na condição de prefeito, nesta quinta-feira (18/01). José Elias afirma que irá recorrer da decisão


Prefeitos do Oeste Goiano buscam recursos federais no Ministério das Cidades

17/01, às 10h01

Grupo composto por representantes de Piranhas, Arenópolis, Baliza, Doverlândia, Diorama, Bom Jardim de Goiás, Aragarças, Caiapônia e Palestina de Goiás solicitou do ministro Alexandre Baldy parceria para que os municípios se adequem ao Plano Nacional de Resíduos Sólidos. Administradores deram o primeiro passo para a criação de um consórcio intermunicipal de desenvolvimento da região


Bens de Otair serão leiloados pela Justiça e quantia será devolvida ao município de Piranhas

11/01, às 21h01

Poder Judiciário espera reaver quase R$ 2 milhões já que, segundo apurado, ex-prefeito se beneficiou ao criar Comissão Permanente de Licitação que direcionou empresa vencedora de processos quando foi gestor em 1996. 23 alqueires de terra serão leiloados em fevereiro


PUBLICIDADE