MENU

JORNAL O+POSITIVO - FUNDADO EM 2004

sexta, 17 de Novembro de 2017

É FÁCIL VER A DIFERENÇA, COMPARE!

PUBLICIDADE

Política

Câmara afasta prefeito José Elias

Comissão Processante foi instalada na noite dessa segunda-feira (16). 8 parlamentares votaram a favor e 2 contra. Prefeito diz que vai recorrer

17/10/2017, às 00h10

Foto: Rede social do prefeito José Elias

A Câmara Municipal de Aragarças afastou na noite desta segunda-feira (16), por 8 votos a 2, José Elias Fernandes (PROS) do cargo de prefeito. Uma sessão bastante concorrida marcou a decisão tomada pelo legislativo calçada numa denuncia de que prefeito estaria extrapolando os gastos com diárias e estaria mantendo funcionários fantasmas e pagamento de despesas irregulares.

Após a leitura da denúncia, o presidente Celso Barros colocou em votação o acolhimento da denúncia e instalação da Comissão Processante (CP) que terá o prazo de noventa dias para apurar as denúncias apresentadas.

Votaram a favor do afastamento do prefeito Alcione Olímpio (PSL), Duda dos Santos (PDT), Dudu Pacheco (REDE), Hudson Manteiguinha (PP), Junior das Seis Irmãos (PT), Marcivon da Silva (PMDB), Plinio Resende (PMDB) e Regina Célia (PC). Votaram contra o impedimento do gestor os parlamentares Nego Leão (PPS) e Girley Coelho (PSD).

Após a decisão, o presidente da Câmara Celso Barros informou que os vereadores estarão a partir das 9 horas da manhã de terça-feira (17/10) na prefeitura para darem posse ao vice-prefeito Léo Leão que assumirá a cidade por noventa dias, o prazo da Comissão Processante.

O prefeito José Elias acompanhou toda votação de casa, através dos assessores, e lamentou a decisão dos vereadores que segundo ele seria infundada. O gestor alega que os crimes mencionados não seriam verdade e explica que afastou o funcionário supostamente fantasma que havia na prefeitura e que não teria cometido gastos desnecessários. Sobre as diárias, o chefe do executivo pondera que está usando a mesma lei que amparou o ex-prefeito Aurélio Mendes nos gastos com as diárias e diz que está gastando até menos do que o ex-gestor.

“Essa denuncia foi articulada por autoridades que não são nem do meio político. Lamento que tenham feito disso um cavalo de batalha para me prejudicar. Vou recorrer. Meus advogados já estão tomando conhecimento da documentação do legislativo para que possamos ingressar com um mandado de segurança”, frisou.

O prefeito se queixa que o regimento da Câmara foi alterado, de última hora, para justamente possibilitar o afastamento tácito. “Normalmente se instala uma CPI para apurar mas pelo que vimos era uma vontade de tirar o prefeito por questão política mesmo”, ressaltou.

Outro assunto que provocou esse embate entre prefeito e vereadores – segundo José Elias – seria a revogação da lei das casas que contrariou os interesses particulares de uma empresa e acirrou os ânimos entre legislativo e executivo. Os advogados Luiz Paulo e Célio Sanches (Goiânia) já estão buscando informações sobre a sessão para ingressarem com mandado de segurança.

Veja também

Administração de Zildinha tem aprovação de 72,9% dos doverlandenses

30/10, às 11h10

Administração que assumiu em janeiro encontrou um município arrasado e passando por dificuldades que, aos poucos, estão sendo vencidas. Boa avaliação da prefeita reflete o sentimento de esperança da população


Lucia Vânia cumpre agenda em Piranhas e Arenópolis nesta sexta-feira (20)

19/10, às 17h10

Em 2008 a senadora prometeu recurso para construção de 50 moradias para famílias carentes de Piranhas, mas os recursos nunca foram liberados. A promessa foi feira durante a inauguração do Conjunto Habitacional Carlos Humberto de Sousa, no Setor Planalto, no dia 28 de junho


Bonjardinenses respondem pesquisa e escolhem vereadores que mais se destacaram

16/10, às 14h10

Baianinho da Rodoviária, Jhoner Márcio e Ulisses Castro foram os que mais ganharam notoriedade de forma positiva. Outros parlamentares somaram 19,14% de preferência


Encontro do PMDB em Piranhas discute projetos para o município

08/09, às 08h09

Deputado estadual Paulo Cézar Martins conduziu a reunião que também apresentou novos filiados. Partido vai avançar "estruturado e renovado", disse o representante da sigla em Goiás


Odair do Odélio salta de 76 para 91% de aprovação

05/09, às 17h09

Apenas 7,41% desaprova a administração do prefeito de primeira viagem. Pesquisas foram realizadas em abril e em agosto. Veja a evolução


Reprovação de Caio Lima salta de 69% em abril para 92,07% em agosto

27/08, às 23h08

População entrevistada em pesquisa reclama de promessas que não foram cumpridas como geração de emprego e construção de moradias populares. Apenas 2,97% aprovou a gestão do pepista dizendo que está ótima ou boa. 4,96% preferiram não responder


PUBLICIDADE