MENU

JORNAL O+POSITIVO - FUNDADO EM 2004

quarta, 13 de Dezembro de 2017

É FÁCIL VER A DIFERENÇA, COMPARE!

PUBLICIDADE

Manchete

Mais de 90% dos arenopolinos continuam aprovando Flávio Júnior

Ao entrar no oitavo mês de gestão, prefeito tem 94,17% de aprovação da população. Pesquisa realizada em abril mostrava que índice era de 90,91%

18/08/2017, às 11h08

Uma pesquisa realizada pelo Jornal O+Positivo nos dias 5 e 6 de agosto mostrou que o prefeito de Arenópolis, Flávio Junior, aumentou seu nível de aprovação perante a população. Ao fazer a comparação dos números coletados em abril, quando o prefeito era aprovado por 90,91% dos eleitores abordados, a margem subiu quase 4 pontos percentuais, já a nova pesquisa aponta uma aprovação de 94,17%.

Dos 240 moradores ouvidos em todos os bairros de Arenópolis e no Distrito de Campos Verdes, apenas 5% desaprovou o trabalho do executivo. Esse número também apresentou leve queda, já que em abril era 6,18% de desaprovação. Os que não souberam ou não responderam também diminuíram de 2,91% para 0,83%.

Ao fazermos a separação dos números, o prefeito tem 31,67% de ótimo (em abril eram 29,09%), 58,33% de bom (em abril eram 42,55%) e 4,17% de regular (em abril era 19,27%). Para 2,50% dos entrevistados a administração está ruim (em abril eram 2,18%) e para 2,50% está péssima (em abril eram 4%). A margem de erro é de 4% para mais ou para menor e o intervalo de confiança é de 95%.

A educação, uma das áreas mais importantes para um povo, também foi avaliada. Nesse quesito, 21,67% disseram que está ótima (em abril eram 12,36%) e 65,83% avaliaram como boa (em abril eram 57,82%). 9,17% preferiram dizer que a educação em Arenópolis está regular (em abril eram 20%). Os que reprovaram a forma como a pasta está sendo coordenada foram 0,83% que disseram que está ruim (em abril eram 4,36%). Nessa pesquisa ninguém disse que a educação está péssima. (em abril eram 0,73%). 2,50% não souberam ou não responderam a pergunta (em abril eram 4,73%).

De forma individual a saúde foi questionada e para 15,83% está ótima (em abril eram 11,64%) enquanto para 66,67% está boa (em abril eram 55,27%). Para 14,17% está regular (em abril eram 22,18%). 3,33% entendem que a saúde está ruim (em abril eram 6,18%). Nenhum dos abordados disse que a saúde está péssima (em abril eram 2,91%). Em abril, 1,82% dos entrevistados não souberam ou não responderam, mas na pesquisa de agosto todos se manifestaram.

Ainda na saúde, o atendimento realizado no Hospital Municipal Ariston Eugênio da Silva foi questionado. Para 10% está ótimo, para 64,17% está bom e para 15,83% está regular. 5,83% disseram que está ruim e 1,67%, péssimo. 2,50% não souberam ou não responderam. Esse item não foi avaliado na pesquisa anterior, realizada em abril.

Outro ponto perguntado pelo instituto de pesquisa foi a limpeza pública em Arenópolis. Nesse aspecto, 7,50% dos respondentes disseram que a limpeza está ótima (em abril eram 28,36%). 79,17% avaliaram como boa (em abril eram 52,73%) e 10,83% como regular (em abril eram 10,18%). Para 1,67% está ruim (em abril eram 4,73%) e para 0,83%, péssima (em abril eram 2,91%). Em abril, 1,09% dos abordados não souberam ou não responderam, mas agora todos se manifestaram.

Já a qualidade das estradas vicinais, que também foram questionadas pelos entrevistadores, está ótima para 9,17%, boa para 73,33% e regular para 9,17%. Para 2,50% está péssima. Nenhum dos abordados disse que as estradas estão ruins e 5,83% não souberam ou não responderam. Em abril não houve questionamento a respeito desse aspecto.

O serviço social realizado pela primeira-dama Daiany Donato recebeu 24,17% de ótimo (em abril eram 18,18%), 55,83% de bom (em abril eram 36,73%) e 10,83% de regular (em abril eram 21,09%). A área está ruim para 3,33% (em abril eram 4%) e péssimo para 3,33% (em abril eram 2,18%). 2,51% não souberam ou não responderam (em abril eram 17,82%.

Já a conservação de ruas, logradouros e passeios públicos está ótima para 7,50%, boa para 80,83% e regular para 9,17%. 2,50% entendem que os serviços estão ruins, mas nenhum dos abordados disse que estão péssimos. Em abril não houve questionamento a respeito desse aspecto.

O último quesito em que os arenopolinos responderam foi a conservação de praças e jardins e para 7,50% está ótimo enquanto para 79,17%, bom. Na visão de 10,83% dos entrevistados está regular e para 1,67% está ruim, enquanto para 0,83% está péssimo. Todos responderam e em abril não houve questionamento a respeito dessas áreas.

 

Abordados

Dos que gentilmente responderam ao questionamento, 50% são do sexo feminino e 50% do masculino. 8,33% informaram que possuem entre 16 e 24 anos e 52,50% possuem entre 25 e 34 anos e 22,50% de 35 a 44 anos. Quem possui entre 45 e 59 anos somam 12,50% e os quem têm 60 anos ou mais são 4,17%.

Ao falar da escolaridade dos arenopolinos entrevistados, 31,67% são analfabetos, apenas lê e escreve ou estudaram até o Ensino Fundamental. Quase metade das pessoas (49,17%) finalizaram o Ensino Médio e 19,17% estudam ou já concluíram o Ensino Superior.

A renda dos abordados é nula ou até um salário mínimo para 29,17% e de mais de um até três salários mínimos para 67,50%. 0,83% disseram que recebem algo superior a três salários mínimo, mas inferior que cinco salários. 2,50% não souberam ou não responderam.

Quanto à religião, 45,83% se disseram católicos, 33,33% evangélicos e 3,33% espíritas. 5% afirmaram que são de outras religiões e 2,50% são ateus ou não possuem religião. 10% não souberam ou não responderam a pergunta.

Veja também

PUBLICIDADE