MENU

JORNAL O+POSITIVO - FUNDADO EM 2004

terça, 16 de Janeiro de 2018

É FÁCIL VER A DIFERENÇA, COMPARE!

PUBLICIDADE

Manchete

Administração de Zildinha tem aprovação de 72,9% dos doverlandenses

Administração que assumiu em janeiro encontrou um município arrasado e passando por dificuldades que, aos poucos, estão sendo vencidas. Boa avaliação da prefeita reflete o sentimento de esperança da população

30/10/2017, às 11h10

Ao chegar à Doverlândia para realizar a segunda pesquisa de opinião pública de 2017 no município, o Jornal O+Positivo encontrou um povo cheio de esperança de que dias melhores estão por vir. Isso porque a cidade continuava sendo uma das mais carentes de infraestrutura da região do oeste goiano, no final de 2016, quando a antiga gestão saiu de cena.

Nesses primeiros 300 dias da administração comandada pela prefeita Zildinha foi possível observar a vontade da líder em fazer diferente, um desejo que se transforma em esperança do povo e é traduzido nos números da pesquisa.

O Jornal O+Positivo esteve em Doverlândia no dia 23 de outubro e ouviu 310 eleitores do município em todos os bairros. O intervalo de confiança é de 96% e a margem de erro é de 4% para mais ou para menos.

A primeira pergunta feita para os abordados é “Qual a avaliação você faz da atual administração municipal da prefeita Zildinha?”. 8,39% disseram que está ótima,34,19% entendem que está boa e 30,32% afirmam que está regular. No entanto, 8,39% acreditam que a gestão está ruim e 16,13%, péssima. 2,58% não souberam ou não responderam. Diante das avaliações coletadas, é possível afirmar que as ações da prefeita têm sido aprovadas por 72,9% da população e desaprovada por 24,52%.

A técnica utilizada nesse tipo de pesquisa soma o ótimo e bom de um lado e o ruim e péssimo de outro, a dupla que tiver o maior número de votos recebe a soma do regular, o que permite chegar ao número de aprovação e desaprovação.

A equipe de pesquisadores também perguntam porque cada um desses eleitores disseram que a administração está “ótima”, “boa”, “regular”, “ruim” e “péssima”. Os que aprovaram justificaram suas respostas com frases como “está trabalhando”, “muito prestativa”, “melhor que os anteriores”, “organizou a cidade”, “está realizando obras” e “aos poucos está melhorando o asfalto”. Já os que desaprovaram disseram que “a saúde está ruim”, “falta organização”, “não cumpre o que prometeu”, “deixando a desejar” e “não participa dos eventos”.

Áreas essenciais para a comunidade também foram questionadas. Para 7,10% a educação está ótima, enquanto para 36,77% está boa. Já para 36,77% a pasta está sendo comandada de forma regular. 7,74% entendem que está ruim e 3,23%, péssima. Dos entrevistados, 8,39% não souberam ou não responderam.

A saúde também não foi poupada e para 3,87% está ótima, enquanto para 26,45% está boa e para 34,84% está regular. 18,71% preferiram dizer que ela está ruim e 14,84%, péssima. 1,29% não souberam ou não responderam.

O quesito seguinte a ser analisado foi a conservação das ruas, logradouros e passeios públicos. Aqui, 1,29% entendem que está ótima, 14,84% boa e 27,10% regular. 25,81% preferem a palavra ruim para descrever a situação e 28,39% a palavra péssima. 2,57% não souberam ou não responderam.

 

Na sequência o aspecto avaliado foi a conservação de praças e jardins. Nesse ponto, 0,65% avaliaram como ótima e 20% como boa. 29,03% entendem que está regular, 27,74% ruim e 20% péssima. 2,58% não souberam ou não responderam.

O serviço social recebeu 2,58% de ótimo, 31,61% de bom e 32,9% de regular. 12,9% preferiram dizer que está ruim e 7,74% e péssima. 12,27% não souberam ou não responderam.

 

Maior desejo

Diante das dezenas de problemas encontrados pela administração que assumiu em janeiro, o Jornal O+Positivo quis saber da população qual a principal obra ou benefício que deveria ser realizado. O campeão de pedidos foi o asfalto, com 23,87%. O desejo é totalmente compreensível, já que a malha asfáltica de Doverlândia está destruída há anos. Em segundo lugar, 14,19% da comunidade quer ver a conclusão da reforma do Hospital Municipal, iniciada mas ainda não concluída pela prefeita Zildinha. 9,68% pediram geração de empregos e 7,06% querer ver casas populares sendo construídas. Para 6,45% o mais importante é a rede de esgoto, que também chegou a ser iniciada, mas não foi finalizada. Outros 5,16% pensam que o essencial é a coleta do lixo e 3,87% preferem uma Casa de Apoio. Outras obras ou benefícios receberam 12,9% da preferência. 16,82% não souberam ou não responderam.

 

Quem respondeu

Dos doverlandes entrevistados pelas equipes do Jornal O+Positivo, 52,9% são do sexo feminino e 47,1% do masculino. A idade de 16,13% é maior que 16 anos e menor que 24 anos. Já 22,58% têm entre 25 e 34 anos. 26,45% disseram ter de 35 a 44 anos e 22,58% de 45 a 59 anos. 12,26% tem 60 anos ou mais.

O grau de escolaridade de 36,77% é até o Ensino Fundamental. Nesse grupo também estão os que lêem e escrevem e os analfabetos. No entanto, 52,26% concluíram ou iniciaram o Ensino Médio. Apenas 10,97% cursam, iniciaram ou finalizaram um curso superior.

A pesquisa aborda ainda a renda mensal dos respondentes. 46,45% afirmaram não ter nenhum rendimento ou viver com até um salário mínimo. 34,19% ganham de um a três salários e 1,94% mais de três e menos de cinco salários mínimos. Apenas 2,58% têm renda superior a cinco salários. 14,84 preferiram não responder ou não sabiam.

O último dado informado é a religião. Neste, 59,35% se consideram católicos, 29,03% evangélicos e 1,94% espíritas. 5,81% não têm religião ou são ateus e 3,87% não souberam ou não responderam.

Veja também

Parabéns Lara Fernanda

16/01, às 14h01


Bens de Otair serão leiloados pela Justiça e quantia será devolvida ao município de Piranhas

11/01, às 21h01

Poder Judiciário espera reaver quase R$ 2 milhões já que, segundo apurado, ex-prefeito se beneficiou ao criar Comissão Permanente de Licitação que direcionou empresa vencedora de processos quando foi gestor em 1996. 23 alqueires de terra serão leiloados em fevereiro


Celg garante que fará as mudanças necessárias e aparelho de raio X poderá ser instalado na unidade hospitalar de Piranhas

08/01, às 08h01

Depois de quase um ano de espera por uma autorização de aumento de potência energética no Hospital Municipal para a instalação do novo raio X, administração anuncia que o equipamento deve estar funcionando nos próximos dias


Prefeitura de Piranhas firma convênio com Creche Mansão da Criança

05/01, às 12h01

O valor de R$ 159.784,98 será repassado à instituição filantrópica mensalmente durante um ano. De acordo com o prefeito Eric de Melo, uma quantia de R$ 23.500,00 já foi entregue à creche para atender necessidades urgentes


Câmara concede título de cidadão arenopolino a João Santana e a Marinho

03/01, às 14h01

Homenagem foi entregue ao diretor do Jornal O+Positivo e ao empresário da construção civil José Marinho, que nasceram em diferentes cidades mas que contribuíram para o crescimento de Arenópolis


Jader Moraes é empossado presidente da Câmara de Arenópolis

03/01, às 11h01

Parlamentar era vice-presidente da Casa e assumiu o comando com a renúncia do presidente Jader Alves


PUBLICIDADE